Semana da Consciência Negra

IMG_5412 - Copia IMG_5425 - Copia IMG_5427 - Copia IMG_5430 - Copia IMG_5440 - Copia IMG_5445 - Copia

Por ocasião do Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro, a secretaria de educação de Jacuizinho realizou e apoiou, entre os dias 18 e 20 deste mês, uma série de atividades que fazem alusão à data. O grupo de danças ‘Pérola Negra’, composto por integrantes da comunidade Quilombolas do Município, esteve se apresentando para alunos das escolas municipais e estadual. Foram expostos trabalhos e oficinas dos projetos e cultura ‘Afro brasileira e africana’ que são desenvolvidos desde 2013 juntamente com o CRAS.

A secretária de Educação Verônica Costa Carvalho destaca que “o Dia Nacional da Consciência Negra é uma data para reflexão, discussão e para comemorar a presença negra na nossa sociedade e sua grande participação na constituição do nosso país”, declara. Ela lembra que “o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana no Brasil sempre foi lembrado nas aulas de História com o tema da escravidão negra africana e que Lei 10.639/03, alterada pela Lei 11.645/08, torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio”, finaliza.

Consagrado como data de sensibilização nacional para conquista de direitos e de valorização da história e cultura da população negra, o 20 de Novembro foi instituído em 2011, pela Lei 12.519, e é celebrado em todo o país. A data lembra o dia em que Zumbi dos Palmares foi assassinado, em 1695. A República de Palmares é um dos principais símbolos da resistência negra à escravidão. Em 1971, ativistas do Grupo Palmares, do Rio Grande do Sul, constataram a data da execução de Zumbi e iniciaram uma série de comemorações anuais, elevando-a como data de referência negra. Sete anos depois, o Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial incorporou a data como celebração nacional e tornou Zumbi dos Palmares um herói nacional, vinculado diretamente à resistência do povo negro.